Programação do Distrito Federal para o Dia 20 de novembro inclui degustação de acarajé e contação de histórias

Para comemorar o Dia Nacional da Consciência Negra, a Fundação Cultural Palmares abre suas portas a uma das mais conhecidas quituteiras do Planalto Central, Yayá Ribeiro. Yayá ira preparar o mais famoso prato de culinária afro-baiana, eleito como patrimônio imaterial brasileiro: o acarajé.

A distribuição de senhas para os interessados na degustação acontece ao meio-dia desta sexta-feira, dia 20 de novembro, na sede da Fundação Cultural Palmares.

Já em Planaltina, acontece a Oficina “Conta-contos, a arte de contar e ouvir histórias” – projeto que foi selecionado pelo Edital idéias criativas, promovido pela Fundação Cultural Palmares.

A Oficina é uma contação de histórias em que crianças, jovens e adultos aprendem e ensinam a falar de bichos da selva e da cidade grande. Tão antiga quanto o desenvolvimento da fala, a arte de contar histórias era uma prática dos griôs africanos – os contadores de história.

Nessas oficinas, crianças, jovens e adultos conhecem, aprendem e ensinam parlendas, trava-línguas, jogos de palavras e mitos da diáspora negra. O objetivo é incentivar que o Centro de Ensino Fundamental (CEF) Mestre D´Armas, no Vale do Amanhecer, em Planaltina, comemore os festejos do dia 20 de novembro como possibilidade de reproduzir, em pequenas dimensões, o Festival Mundial de Artes Negras, no sentido de celebrar as artes da negritude dentro do espaço escolar.

Assim, por meio de diferentes histórias e mitos africanos e afro-brasileiros, GRIÔ Oficina: Conta-Contos – A arte de contar e ouvir histórias visa também abrir espaços de reflexão e prática para a implementação da lei nº 10.639/2003.

A oficina será realizada de 16 a 20 de novembro, no CEF Mestre D´Armas, no Vale do Amanhecer, em Planaltina-DF.

No sábado, dia 21, acontece, a partir das 10h, o encerramento da Semana da Diversidade e do Projeto “Ser Humano de Valor”, quando serão apresentados os resultados do projeto Conta-Contos, além de dança afro, hip-hop, exposição de trabalhos, contação de histórias e muito mais.

A Oficina é coordenado pela professora e historiadora Edileuza Penha de Souza.

CEF Mestre D´Armas – Rodovia DF 130 km 26 – Vale do Amanhecer – Planaltina-DF

Mais informações:

Edileuza Penha – (61) 8130-9555

Marcus Alberto – (61) 9936-4835

Fonte: Palmares

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s